PUBLICIDADE

BIG

BROTHER

ESTIMATIVAS

De Olho No Big Brother: Análises das Galas

Análise da Gala #02 : Que mal te fiz eu… o Bruno de Carvalho já venceu

Atualizado no dia 11 Janeiro 2022 17:59

A gala de estreia foi um estrondo em audiências. A segunda gala perdeu espectadores, mas manteve a liderança. Passemos ao que realmente interessa.

Em comparação à semana passada, Cristina Ferreira mostra-se mais solta, criando mais empatia com o telespectador mas o mais importante, com os concorrentes. CF faz milagres também, transformou super depenados em super famosos.

Os ilustres comentadores Ana Garcia Martins e Flávio Furtado estiveram presentes como é habitual e o que dissemos na semana passada mantém-se. Furtado ofusca AGM, deixando-a falar muito pouco. E sejamos honestos, é um bom comentador mas algumas piadas nem chegam ao ar da sua graça, coitadas.

Para começar a gala em grande, Bruno de Carvalho dá um estouro histórico a Leandro, dos melhores roasts algumas vez vistos em RS. É de chorar por mais!

BdC, ainda presidente, tem de eleger alguém para ficar imune. Para quem tem acompanhado o programa durante a semana, sabe que o ex presidente do Sporting tem demonstrado um grande afeto pela Liliana. Será apenas estratégia ou há realmente ali algo a nascer? A verdade é que a sua escolha não é espanto para ninguém.

A famosa sessão de cinema instala-se e dois BB Plays estão disponíveis para serem exibidos. Curiosamente ambos sobre Leandro, tão previsível.

Mostram uma semana que marcou pela infeliz entrada de Leandro que decidiu não seguir os conselhos de Bruno em fazer um jogo calmo, e optar por lançar-se aos leões e estender-se ao comprido. Leandro mostra ser uma pessoa com uma completa falta de humildade e bom senso. O único que gostava dele era Hugo, que lhe mandou um abraço depois de ter sido expulso.

Depois de ver as imagens, Leandro explica que entrou da maneira errada e que já está muito mais calmo. Há mentirosos a mentirem melhor. Para nós, isto não passa de uma paz podre e que mais tarde ou mais cedo a máscara acabará por cair.

Talvez num dos momentos altos da noite, Marta é a escolhida pelo Big para enfrentar um duro dilema. Para que Laura pudesse ouvir uma mensagem da filha, Marta teria que passar 24h no camarim com Leandro. Foi com grande surpresa de todos que Marta não aceitou o dilema. Será que isto será uma faísca na lareira com Laura? Ou até mesmo com Leandro, que poderá pegar nesta situação e fazer o choramingo por Marta não ir com a cara dele? A verdade é que a concorrente foi bastante ponderada e fez a escolha certa, na nossa opinião. Por mais duro que seja, e todos temos sentimentos, os concorrentes sabem perfeitamente para o que vão e eles estão literalmente há 1 semana na casa.

Outro grande momento da noite foi certamente a curva da vida de Kasha que nos dá a conhecer alguns detalhes da sua vida, nomeadamente o seu relacionamento com Bárbara Bandeira e a dor pela morte da sua amiga Sara Carreira. Confessem lá que também ficaram com a lágrima no canto do olho.

É para surpresa de zero pessoas que o primeiro expulso deste BB Famosos é Hugo Tabaco. Acabámos por não saber os degredos que ele sabia de famosos mas é Flávio Furtado que o descompõe, revelando que há 8 anos atrás, Hugo barrou a sua entrada numa discoteca por este ter sido concorrente do Big Brother. Realmente a vida dá voltas.

É para nossa alegria e de muitos, que mais uma vez, assim como na gala passada, não houve intervalos num espaço de duas horas. Louvada sejas, Cristina Ferreira. Quando é para fazer bem, a patroa faz.

A prova da presidência, que trás sempre uma imunidade no bico, é disputada pelas concorrentes safas da primeira expulsão: Liliana, Catarina, Marta e Jaciara. Numa prova que nos fez rir, ganhava a que conseguisse colocar o maior número possível de molas na cara. Catarina vence à risca e é a segunda presidente do BBF.

No que toca a nomeações, não estávamos à espera de algumas escolhas: a nomeação da Jaciara ao Nuno e a nomeação da Marta à Laura, não bateu a bota com a perdigota. Assim sendo os nomeados para esta semana são:

– Jay (nomeação direta por parte dos colegas)
– Nuno Homem de Sá
– Bruno de Carvalho
– Leandro

Será impressão nossa, ou o Jay é a plantinha de serviço? Será que consegue aguentar estar no paredão com 3 personalidades fortíssimas? Entre ele e Leandro, que venha o diabo e escolha (mas claro que nós preferimos que escolha o Leandro).

Em comparação à gala de estreia que foi pouco razoável, esta consegue redimir-se, mesmo com uma segunda parte mais aborrecida.

Boa semana e que venha a próxima gala.

AVALIAÇÃO: 7/10

PUBLICIDADE